O PODER DA RUA

0
885

O paciente conversando com o
médico, que lhe perguntou: o senhor tem sentido dores no coração, respondeu:
Tenho sentido muita angustia,
tristeza ao ver o meu filho viciado em drogas e sentir-me impotente, não podendo
ajudá-lo
Ele é maior de idade e temos que
aguardá-lo pedir ajuda. Já esteve internado em clinica e quando sai, fica certo
período sem usar e em seguida sofre a recaída. Pior momento para a família. O senhor
sabe para pai e mãe o filho é sempre uma criança.
O doutor disse, infelizmente,
estamos perdendo para o poder da rua. A violência, o crime, a marginalidade, o
consumo de drogas estão incontroláveis a família, a igreja e ao poder público.
A mídia quase de forma geral, as
baladas, shows incentivam o uso de bebidas e a pouca punição também contribui.
– Infelizmente, só nos resta orar
bastante e crer na piedade e misericórdia divina.
Pais e responsáveis estejam
atentos, esta guerra não é fácil; ensinem pelo exemplo
-Estejamos confiantes de que o maior poder é de Deus!
Lenildo Solano

20/12/2013

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui