Sejamos Tranqüilos e Confiantes

0
646
                                                              

Para contemplarmos a assertiva de que sejamos tranquilos e confiantes analisemos
estas questões:
– O que se
entende por dever?
– O
materialista pode ser caridoso?
– Qual é a
senha da salvação? E finalmente,
– Como podemos
viver tranqüilos, confiantes, em paz?
O dever é o compromisso moral que sentimos por nós e
pelos outros, entregue ao livre arbítrio diante das tentações e paixões que a
vida apresenta. É a síntese prática de todas as especulações morais. O homem que
cumpre e ama o seu dever ama mais a Deus do que as criaturas e as criaturas
mais que a si próprio e preserva-se dos males da vida, fortificando a alma para
o seu desenvolvimento.
A caridade é dever íntimo do homem, manifestação da
compaixão e da solidariedade pelo próximo. Para esta ação que resume as demais
virtudes são necessários, principalmente, a coragem e a humildade, que não se
encontram no egoísta e no orgulhoso, ser exclusivamente materialista.
O lema da doutrina espírita é Fora da Caridade não há
Salvação e quem não a pratica nem é digno de dizer-se espírita ou mesmo
cristão, visto que o nosso Mestre e Modelo, Jesus, foi puramente amor e
caridade; deu a própria vida pela nossa salvação.
Podemos então, viver tranquilos e confiantes, pois, a tranqüilidade
é fruto do dever cumprido e a confiança é a nossa entrega, a nossa crença em
DEUS.

Lenildo Solano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui