O RESPINGO DA CHUVA: Chuva No Sítio

0
1550

O RESPINGO DA CHUVA: Chuva No Sítio
Os pássaros molhados
Bailavam no ar
Aos pequenos siriris
Indefesos a pegar.
A água da chuva
Suave, calmamente
No rio caia
Pela correnteza seguia.
Galinhas, angolas, perus
Embaixo das plantas
 Em grupo
se escondiam
E insetos comiam.
O morro lindo
Pela névoa tomado
Encantava o visual
Das pessoas ao lado.
As frondosas árvores
Os pés de babaçu
Em alegre verde
Confundiam como céu azul.
O respingo da chuva
Em nosso corpo tocava
O canto da perua
Entre o som musical realçava.
As pessoas contentes
Jogavam bozó
As poucas crianças brincavam
 Em uma
alegria só.
Lenildo Solano
29/01/2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui