RECADO AMIGO: A DIVINA LUZ (04/08/17)

0
1901


A DIVINA LUZ
O mais denso nevoeiro
A rude escuridão
São dissipados
Pela luz solar.
O pequeno vaga-lume
A ínfima chama da vela
No breu da noite
Estão a destacar.
A luz sempre sobreporá
Assim como o bem
Ao mal vencerá
Custe o que custar.
A divina luz
Faz-se presente
Em toda criação
Fé, portanto meu irmão.
Em nós pode
Ora enfraquecer
Oremos, confiemos
Façamos por merecer!
Lenildo Solano

04/08/2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui